25 de abr de 2011

Sérgio Sampaio e o lugar das ARTES

Vejo nesta música de Sérgio Sampaio a real função da ARTE e a urgente necessidade de mantê-la viva em todos os seus espaços.

24 de abr de 2011

Poema enjoadinho - Vinicius de Moraes

Lendo Newton Navarro

Lendo  Newton Navarro


Janilson Sales de Carvalho

Natal,20/04/2011



Ler Navarro
É mergulhar nas águas do Potengi
É olhar Redinha como uma obra de arte
É estar no  Bar Beira-Rio
E viver a boêmia na Ribeira

É sentir o vento
E se ofuscar com  a luz de Natal

Cidade que apesar de bela
Iluminada e festiva
Gerou contos
Em que a morte
Cavalga silenciosamente:

Em barracos escuros

Trens barulhentos

Na Nau Catarineta
E seu gajeiro Curió

Na picada que liberta
O boi Milonga

Numa sexta-feira da paixão
Com um filho morto na estrada

E no último canto de um galo amarelo

Morte que se dissipa
Em letras fecundas
Que pedem todo o tempo
Que a vida aconteça
Que o encontro ocorra
Que o humano acorde
Para o outro
Para a vida